O Que Fazer no Algarve no Inverno: As 12 Coisas Mais Legais

O que fazer no Algarve no inverno? Abaixo você encontrará as 12 melhores coisas e muitas outras dicas 😉

O Algarve, uma região do extremo oeste de Portugal, é conhecida por ser um dos melhores destinos de férias de praia na Europa.

Com mais de 300 dias de sol por ano e algumas das praias mais bonitas do mundo, a Costa Dourada e suas muitas cidades ao longo do Oceano Atlântico recebem milhares de veranistas, sobretudo ingleses e espanhóis.

Mas se você estiver visitando essa região de Portugal fora da alta temporada, ou mesmo que esteja procurando outras lugares para conhecer além de praias, não se preocupe, pois há muito o que fazer no Algarve no inverno também.

Frequento o sul de Portugal regularmente desde 2008 e já estive lá em diferentes meses do ano. A última vez em que estive no Algarve foi justamente no inverno de 2019 e a temperatura estava super agradável, próxima aos 20°C, e muito sol 🙂

Desde visitar uma fábrica de cortiça, explorar cidades históricas, mercados municipais e até castelos, aqui estão as 12 coisas mais legais para fazer no Algarve no inverno.

O Que Fazer no Algarve no Inverno: 12 Coisas Mais Legais

1 – Degustação de vinhos

Os vinhos portugueses ganharam fama, reconhecimento e vários prêmios em todo o mundo.

Mais conhecido pelo Porto, o vinho fortificado produzido na região do Douro (norte do país), Portugal também produz outros brilhantes tipos de vinhos.

Embora o Algarve tenha apenas começado a revitalizar o seu setor vinícola nos últimos anos, você deveria fazer uma degustação e descobrir as melhores vinícolas da região durante sua estada.

Em um passeio para as vinícolas, você também pode explorar a paisagem rural algarvia, locais históricos e até mesmo algumas praias. Existem muitas opções e você pode conferir todas aqui.

Degustação de vinhos é apenas a primeira da minha lista de O que fazer no Algarve no inverno.

Degustaçao de vinhos, Algarve
Crédito: Porto Bay Experiences, Flickr (CC BY-NC-ND 2.0)

2 – Visite um atelier de cerâmica em Porches

A história dos azulejos decorativos em Portugal remonta aos tempos dos mouros. De fato, a palavra azulejo deriva do árabe az-zulayj, que significa “pedra polida”.

O azulejo é uma das expressões culturais mais fortes de Portugal desde o século XV e é comumente usado em fachadas de igrejas, palácios e mansões.

Se você pretende vislumbrar a arte de manter viva essa antiga tradição, e procura o que fazer no Algarve além de praia, visite Porches Pottery.

Desde 1968 a família Swift produz o maior número de cerâmicas artesanais típicas encontradas no Algarve, incluindo elegantes pratos, tigelas, jarras, canecas, murais e painéis de azulejos, etc.

Em Porches Pottery você pode ver artesãos trabalhando, comprar uma lembrança original do Algarve e desfrutar de um almoço light no Café Bar Bacchus.

A loja e o atelier estão abertos durante todo o ano, assim, se você estiver visitando o Algarve no inverno, você pode ir de segunda a sexta, das 09h às 18h, e aos sábados, das 10h às 14h. A visita é gratuita.

Porches Pottery
Uma artesã pintando uma peça à mão no atelier de Porches Pottery

3 – Compre produtos regionais no Mercado de Loulé

Loulé, uma cidade comercial tradicional portuguesa, é dos melhores lugares no Algarve para fazer um passeio de um dia.

Os visitantes são atraídos para Loulé pelo seu importante centro histórico, genuína atmosfera portuguesa e, particularmente, por seu vibrante mercado municipal, um dos pontos de interesse algarvios mais distintos.

O pitoresco mercado em estilo neoárabe foi construído em 1908 e renovado entre 2004 e 2007. Há barracas vendendo artesanato regional, lembranças, vinhos, especiarias, frutas, vegetais frescos, peixe e muito mais.

O mercado está aberto diariamente, exceto aos domingos, das 7h às 15h, e a melhor época para visitar é no sábado de manhã, quando há mais barracas, além de uma feira ao ar livre.

Gostei bastante do mercado municipal de Loulé. O edifício é impressionante, os produtos têm preços razoáveis ​​e é certamente algo bem legal para fazer no Algarve no inverno.

Uma vez em Loulé, você também pode visitar outros sítios históricos da cidade, incluindo os únicos banhos islâmicos em Portugal, ou fazer uma Excursão gastronômica e histórica de 3 horas em Loulé.

Mercado Municipal de Loulé
A faixada do mercado em estilo neoárabe

Conselho prático: se você for em um dia de sábado, não confunda com a feira dos ciganos, que fica no lado oeste da cidade.

4 – Conheça uma fábrica tradicional de cortiça

Uma das coisas mais inesperadas e incomuns para fazer no Algarve no inverno, ou em qualquer estação, é conhecer uma fábrica de cortiça.

Um fato pouco conhecido é que Portugal é o maior produtor mundial de cortiça, responsável por mais de 50% da produção global.

Quando visitar o Algarve, você terá a oportunidade de conhecer uma fábrica tradicional de cortiça e aprender mais sobre os processos envolvidos na preparação e embalagem da mesma, usando um audio-guide.

Você também poderá visitar a loja da fábrica e ver alguns dos mais recentes usos da cortiça em acessórios de moda, como bolsas, chapéus, móveis e até mesmo sabão.

Uma visita à fábrica de cortiça leva cerca de 75min e o preço é bastante razoável.

Fábrica de rolha, Algarve
Crédito: Rick Payette, Flickr (CC BY-NC-ND 2.0)

5 – Visite Olhão e seu mercado municipal

Se você está procurando o que fazer no Algarve no inverno, gosta de mercados movimentados e cidades pouco turísticas, não pode deixar de visitar Olhão.

Localizada apenas a 15 minutos de Faro, Olhão passou de uma vila de pescadores para uma cidade com cerca de 45.000 habitantes, e possui o maior porto pesqueiro do Algarve.

Olhão tem um centro bonito e tranquilo, com ruas estreitas, casas caiadas de branco com influência dos mouros e belas igrejas. Não tem praias, mas você pode fazer um passeio de barco para visitar várias ilhas que fazem parte do Parque Natural da Ria Formosa.

Uma viagem a Olhão não é completa sem visitar o seu mercado municipal. Situado em dois grandes e charmosos prédios de tijolos vermelhos, um vendendo frutas e legumes, e o outro uma grande variedade de peixes e mariscos frescos.

O mercado é frequentado principalmente por moradores locais, exceto aos sábados, quando há uma feira de rua com uma boa seleção de produtos regionais.

Uma visita ao mercado de Olhão certamente aguçará os seus sentidos.

Não esqueça de provar a culinária local.

Olhão, Portugal
Crédito: Simplethrill, Fickr (CC BY-NC-ND 2.0)

6 – Caia na balada do Casino Vilamoura

Se você pensa que jogar é a única coisa que pode fazer no Casino Vilamoura, está enganado(a). Você pode tomar um drink, jantar, assistir a um show e até ir a dançar até o sol raiar.

O Casino Vilamoura é um importante centro de entretenimento, possui dois salões de festas, um bar enorme (The Big Bar) com um telão, tipo planetário, restaurante e uma balada.

De fato, uma das coisas mais diferentes para fazer no Algarve no inverno à noite é cair na balada do sofisticadamente renovado Dice Club.

O nightclub é super chique, possui um impressionante sistema de luz, go-go dancers, festas temáticas e regularmente convida artistas para tocar.

Vista sua roupas elegante, reserve sua mesa com antecedência e prepare-se para arrasar.

Dice Club, Casino Vilamoura
Crédito: World Poker Tour, Flickr (CC BY-ND 2.0)

7 – Visite a Igreja de São Lourenço

Uma das minhas coisas favoritas para fazer no Algarve, além de praias, é visitar igrejas. Entre elas, a Igreja de São Lourenço, localizada em Amancil, município de Loulé, é a mais notável.

Esta igreja romana no estilo barroco, com uma nave, é coberta das paredes ao teto em azulejos azuis e brancos tradicionais, que remontam ao século XVIII.

Os oito painéis de azulejos projetados por Policarpo de Oliveira Bernardes são impressionantes e retratam cenas da vida e martírio de São Lourenço.

Acredita-se que o fascinante retábulo barroco dourado, com a imagem do santo, foi feito pelo maior escultor e entalhador do Algarve, Manuel Martinez.

Uma visita à Igreja de São Lourenço não leva mais de 10 minutos, mas vale a pena.

Fiquei completamente sem palavras quando visitei, e acredito que seja um dos tesouros mais bem guardados do Algarve.

o-que-fazer-em-algarve-no-inverno

8 – Conquiste o Castelo dos Mouros de Silves

Quando você pensa em Algarve, castelos medievais não é uma coisa que vem à mente. Não é mesmo?! Mas o Algarve tem castelos, e um deles está localizado em Silves.

Acredita-se que o castelo foi construído pelos romanos ou visigodos, mas foram os mouros que desenvolveram e expandiram a fortificação, entre os séculos XIII e XVIII.

O Castelo de Silves é um dos exemplos mais bem preservados de castelos mouros em Portugal, e a visita dura entre 1h e 2h.

Durante o verão, há uma feira medieval e os visitantes podem participar de diferentes atividades, incluindo procissões, shows, etc. Mas o castelo está aberto durante todo os dias do ano, exceto no natal e ano novo.

Não se esqueça de colocar o Castelo de Silves na sua lista de O que fazer no Algarve no inverno.

9 – Vivencie a história do Algarve no centro histórico de Faro

Faro, a capital e principal porta de entrada do Algarve, é geralmente ignorada pela maioria dos visitantes que se dirige às cidades turísticas mais populares da região.

Mas a cidade tem um centro histórico bem preservado com uma história fascinante. De fato, visitar o Centro histórico de Faro é uma das melhores coisas para fazer no Algarve no inverno, se você gosta de história.

Há muitos marcos históricos e culturais importantes para ver, como: Largo da Sé, com sua encantadora arquitetura gótica; Paço Episcopal; Igreja de São Pedro, com seu magnífico altar principal, em estilo barroco; o deslumbrante arco da cidade, construído na entrada de um castelo medieval no século XIX, e muitos outros.

Visitar o Centro Histórico de Faro é melhor com um guia, e você pode encontrar algumas opções de passeios aqui.

Centro Histórico de Faro
Crédito: Judelle Drake, Flickr (CC BY-NC-ND 2.0)

10 – Observe aves na Ria Formosa

Frequentemente ofuscado pelas deslumbrantes praias do Algarve, o Parque Natural da Ria Formosa é um dos melhores locais para atividades ao ar livre na região.

Este pantanal de importância internacional é uma das 7 Maravilhas de Portugal. O seu labirinto de canais, lagoas de água doce, pântanos e ilhas formadas por barreiras naturais se estende por 60 km ao longo da costa do Algarve, passando pelos municípios de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António.

Há muitas coisas para fazer no Parque Natural da Ria Formosa, mas eu recomendo observação de pássaros, pois é uma das áreas mais importantes para aves aquáticas em Portugal.

Navegando pelos belos canais da Ria Formosa, você aprenderá sobre centenas de aves nativas e terá a oportunidade de ver aves do norte e do centro da Europa, bem como as que migram entre a Europa e a África.

Não se esqueça de colocar observação de pássaros no Parque Natural da Ria Formosa na sua lista de “O que fazer no Algarve no inverno“.

11 – Mergulhe nas águas doces do Pego do Inferno

Uma das coisas mais diferentes para fazer no Algarve é visitar o Pego do Inferno, uma pequena cachoeira e lago localizados na freguesia de Santo Estevão, em Tavira.

Essa “cachoeira secreta” escondida no vale do Asseca, anteriormente conhecida apenas pelos habitantes locais, ganhou popularidade recentemente por ser uma das poucas cachoeiras da região.

Pego do Inferno, a maior da sequência de três cascatas, deságua em uma bela lagoa esmeralda, com águas tranquilas, cercada por densa vegetação.

Para chegar lá não é fácil por causa da falta de sinalização e, desse modo, você precisará usar o Google Maps para encontrá-lo. Após o estacionamento, basta seguir o caminho acidentado até uma escada de madeira, onde a passarela de pedestres começa, depois é só descer cerca de 300 ou 400 metros.

No lago não há muito espaço para se bronzear. Assim, no verão, a maioria das pessoas fica na água ou pulando do penhasco.

Gostei do Pego do Inferno, mas devido à falta de espaço, não é provável que você passe mais do que algumas horas lá, principalmente se você estiver visitando o Algarve no inverno.

Pego do Inferno, Tavira, Algarve
Se você pegar um dia de sol no inverno e estiver na região de Tavira, conheça Pego do Inferno, essa joia Algarvia.

12 – Beba uma gelada, ou mais, em uma degustação de cervejas artesanais

Se você é cervejeiro(a) e está à procura de o que fazer no Algarve no inverno para satisfazer seu paladar, você deveria fazer uma degustação de cervejas artesanais.

Você aprenderá sobre a história e a cultura local, visitará um dos melhores produtores de cerveja artesanal da região e saboreará algumas cervejas requintadas acompanhadas de tapas portuguesas.

A cervejaria Quinta dos Santos produz Pilsner, Ales, Larger, IPA e Stout usando o método tradicional da Lei de Pureza da Cerveja, “Reinheitsgebot”.

Você pode provar cervejas geladas em um cenário encantador, com vista para a bela vinha, ou no pátio ao ar livre.

O passeio leva cerca de duas horas e eles te pegam e te deixam no hotel.

Esta é a minha lista de O que fazer no Algarve no inverno. Se você pegar um dia de sol com “alta temperatura” e quiser pegar uma praia, aqui estão alguns posts que podem te ajudar:

Outros posts sobre o Algarve que você não pode perder:

Boa viagem e divirta-se em Portugal.

Viajando Para o Algarve no Inverno

Onde fica o Algarve?

O Algarve está situado no extremo oeste da Península Ibérica, no sul de Portugal (veja o mapa aqui).

Como chegar lá?

Há um aeroporto internacional em Faro, embora o de Lisboa receba mais voos e talvez por isso seja mais fácil para aqueles que não estão na Europa.

De Lisboa você pode pegar um ônibus ou trem para o Algarve, ambos custam basicamente o mesmo preço e levam o mesmo tempo.

Algumas das companhias aéreas que voam pra Faro são: Easyjet, British Airways, Ryanair e TAP.

Você pode comprar sua passagem no Skyscanner, que é o site que eu uso e confio.

Super recomendo que você alugue um carro na sua estada, porque o transporte público nessa região não é bom.

Você pode alugar um carro com a Rental Cars aqui, sem custo adicional algum.

Melhor época para visitar o Algarve?

Definitivamente, durante o verão, especialmente em Julho e Agosto. Mas se você não gosta de multidões e muito calor, melhor ir em junho ou setembro.

O Algarve no inverno tem temperaturas médias de 9°C a 16°C, e períodos de chuva ocasionais.

Onde se Hospedar no Algarve?

Se você está procurando hospedagem no Algarve, sugiro ficar em Albufeira ou Lagos. Os hotéis no Algarve que recomendo são?

Hotéis em Albufeira:

Ecônomico: Apartamentos Turísticos Novochoro, Água Viva e Albufeira Beach Hotel.

Ótimo Custo/Benefício: Hotel Topaz, Roamer Exlusive Hotel & Spa, Hotel do Cerro e Grande Real Santa Eulalia Resort & Hotel Spa.

Luxo: Salgados Dunas Suites, Aqua Pedra dos Bicos e Auramar Beach Resort.

Hotéis em Lagos:

Econômico: Guest House Casa Sousa, Olive Hostel Lagos e Bela Vista Guest House.

Ótimo Custo/Benefício: Lagos Uptown Bed & Breakfast, Don Manuel I Charming Residence, Baluarte Da Vila Apartments e Aldeia Azul Resort.

Luxo: Villas Don Dinis, Cascade Wellness & Lifestyle Resort e Belmar Spa & Beach Resort.

Links úteis para planejar sua viagem para o Algarve no inverno

  • Para mais informações obre o Algarve, visite a página: Visit Algarve;
  • Para os horários de trem de Lisboa para o Algarve, visite o site da Rail Europe;
  • Para os horários de trem de Lisboa para o Algarve, visite o site da Rede Expressos.

Não esqueça de salvar esses pins 😉

Você já esteve em Portugal? O que achou da minha lista de O que fazer no Algarve no inverno? Deixe um comentário abaixo 😉

Bloco de Afiliados Para cada reserva feita pelo meu site eu doou US$ 1 a uma instituição de caridade. Boa Viagem ☺

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.